Notícias

GM e trabalhadores decidem por acordo para permanência da planta em São Caetano

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano e a GM (General Motors) decidiram pelo acordo que vai garantir que a planta de São Caetano tenha vida até 2028.

Para isso, os trabalhadores abriram mão de alguns direitos, entre eles a redução do percentual do adicional noturno. Em 2018 os trabalhadores também não receberão reajuste com base no índice da inflação, e sim um abono no valor de R$ 4 mil, que não será incorporado ao salário. Em 2020 a montadora oferece reajuste salarial de 100% da inflação do ano anterior, e prêmio de assiduidade.

Apesar disso, o acordo traz tranquilidade ao trabalhador e ao Sindicato já que existe a garantia de que a planta fique ativa até 2028.

Compartilhe!